segunda-feira, 2 de maio de 2011

Take a Word #27 - Exposed


Talvez a verdadeira excitação esteja, hoje, em ver uma mulher se despir de verdade - emocionalmente.
Nudez pode ter um significado diferente.
Muito mais intenso é assistir a uma mulher desabotoar suas fantasias, suas dores, sua história.
É erótico ver uma mulher que sorri, que chora, que vacila, que fica linda sendo sincera, que fica uma delícia sendo divertida, que deixa qualquer um maluco sendo inteligente.
Uma mulher que diz o que pensa, o que sente e o que pretende, sem meias-verdades, sem esconder seus pequenos defeitos - aliás, deveríamos nos orgulhar de nossas falhas, é o que nos torna humanas, e não bonecas de porcelana.
Arrebatador é assistir ao desnudamento de uma mulher em quem sempre se poderá confiar, mesmo que vire ex, mesmo que saiba demais.
Despir nossa alma e mostrar pra valer quem somos e o que trazemos por dentro.
Não conheço strip-tease mais sedutor.

Texto de Martha Medeiros

Take a Word

Uma semana maravilhosa que inicia para todas nós.
Bjs!!! Bjs!!! Bjs!!!

12 comentários:

Asas à imaginação disse...

Uauuu...Jaluza, você arrebentou com essa postagem!! Infinitamente bela!!!
Abraço e linda semana pra ti!!!
Marlei

Ozstuff disse...

I love your card, Jaluza. It is simply beautiful with its tiny corset and exquisite, pink background.

Great work.

indybev disse...

This is such a beautiful card. Good work!

Babi disse...

Oi Jaluza...
Vim Lhe convidar para participar da minha troquinha de inverno.

Beijos, Babi

Femmy disse...

gorgeous card!!!

Elisabeth Sarkis disse...

Lindooooo, amei querida!bjs

peggy gatto disse...

Just perfect!!!

jacirascrap disse...

Que texto super super! Ah, e combinou totalmente com seu lindo cartão!!! Estou muito honrada de você estar no meu blog!!! Obrigada!

katia disse...

LInda e querida amiga, estava sentindo saudades de seus trabalhos e textos belissímossss.
Beijossssssssss

"MOI" Freubel disse...

A charming card Jaluza ! Beautiful.

Mina disse...

How delightful!

Christine disse...

Que lindo! Adorei a delicadeza das cores em contraponto ao corset safadinho. O texto da Marta é maravilhoso!